sábado, 28 de outubro de 2017

Acho que sou de outro mundo... é só a mim que me faz confusào aquele novo miradouro de Lisboa? (Sim, o da ponte.) Aquilo que me faz confusão não é a altura mas os vidros do miradouro, lado a lado com o tabuleiro da 25 de Abril. Por exemplo: eu até estava disposta a pagar (e bem! Acho um bocado caro mas...) só para tirar fotografias da vista. Ora, estando o miradouro protegido por vidros, em frente ao mar e ao lado do tabuleiro, pergunto: os vidros são limpos todos os dias? É que pagar a entrada, chegar lá acima e verificar que os vidros estão sujos, lá se vai as fotografias da vista que se diz ser maravilhosa.

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

A Família cresceu :)

Os meus tios acolheram um cabrito e não, não para o Natal. É mesmo um animal de estimação. Ainda bebe leite de biberon e fiquei parva com a esperteza dele. Dorme na cama dele, salta para o sofá e senta-se ao nosso lado, sempre muito sossegado. Corre atrás de nós e dá “marradinhas” quando tem fome.

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

( Podemos recomeçar ? )

As mini-mini férias, minhas e do blog, já passaram. Por esse motivo, é hora de recomeçar.
Este blog vai continuar a ter memórias, escritas e não só, de alguém com 26 anos que não vive nessa idade. As minhas futilidades são outras. A minha maquilhagem é outra. O meu emprego é outro. Nada disto foi escolhido por mim mas sim pela Vida. Não sou o que imaginei ser quando, em pequena, me perguntavam “O que queres ser quando fores grande?”. Imaginava tudo, menos ter a vida que tenho agora.
Aqui as lutas são outras, a maquilhagem substituída por medicamentos, as tendências são ditadas pelas dores, o cansaço pela quimioterapia ou tiróide. O maior sonho move-se pela esperança numa cura. É desta realidade que vão encontrar por aqui. *



*(... e fotografias, uma das tábuas de salvação)